IMG_Outubro Rosa

Amigos do HC e Madero fazem ação nacional contra câncer de mama

Ações de conscientização vão marcar o Outubro Rosa. No dia 29/10, parte da renda da venda dos sanduíches Madero será doada à associação

 

(Curitiba, 6 de outubro de 2016) Os Amigos do Hospital de Clínicas da UFPR e a Rede de Restaurantes Madero somam forças na luta contra o câncer de mama: no dia 29 de outubro, parte da renda dos sandwiches Madero vendidos em todo o Brasil será revertida para a luta contra o câncer de mama do HC.

Os recursos serão destinados ao Serviço de Oncologia do Complexo Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná, que disponibiliza tratamento a pacientes com diagnóstico de câncer de mama, tipo mais frequente entre as mulheres. “Nosso objetivo é conscientizar sobre o câncer de mama e a importância da detecção precoce da doença. Com essa parceria, certamente atingiremos um maior número de pessoas”, diz Maria Elisa Paciornik, diretora superintendente executiva da associação.

Durante todo o mês de outubro, os clientes do Madero de todo o Brasil serão impactados com flyers sobre a campanhas e no dia 29 de outubro, os sanduíches serão embalados em papel manteiga cor de rosa. Além disso, o Madero fará um mimo especial às pacientes do HC. Um grupo de mulheres em tratamento será convidado para degustar a tradicional e premiada sobremesa da Rede: o Petit Gateau de doce de leite com calda de frutas vermelhas e sorvete de vanilla. Ela será feita e servida no próprio ambulatório. “É uma oportunidade para fazermos um carinho na alma de pessoas que lutam com todas as suas forças contra uma doença tão grave”, comenta o Chef e presidente do Madero, Junior Durski.

Principal tipo de câncer que afeta as mulheres, o câncer de mama tem um bom índice de cura, principalmente quando diagnosticado em sua fase precoce. Por isso, o movimento conhecido como Outubro Rosa estimula a participação da população no controle da doença. O HC é um dos mais importantes centros brasileiros de tratamento oncológico, recebendo pacientes de todo o país.

 

Fatores de risco para o câncer de mama

Os principais fatores de risco são: o sexo feminino, a idade (> 50 anos), história familiar (primeiro ou segundo grau direto) ou pessoal: ausência de filhos, primeira gravidez após os 30 anos, uso de hormônios externos, consumo de álcool, doença mamária prévia, radiação torácica e obesidade.

 

Sinais e sintomas

Geralmente o câncer de mama aparece como uma massa ou tumoração palpável. Esse material é encaminhado para a biópsia a fim de confirmar o diagnóstico. O fato é que nem toda a massa é câncer, porém na presença de uma massa ou tumoração mamária a mulher deve procurar um ginecologista ou mastologista. Outros sintomas menos frequentes constituem o endurecimento mamário, a presença de secreção pelo mamilo com aspecto de água de rocha ou sangue e o aparecimento de gânglios axilares.

Prevenção

A principal maneira de se prevenir o câncer de mama é a realização do exame de mamografia. Esse exame favorece o diagnóstico precoce e a elevação nas taxas de cura. A realização do exame de mamografia deve ser feita de maneira regular (anualmente) a partir dos 40 anos de idade, conforme a Sociedade Brasileira de Mastologia. O autoexame da mama pode ser feito mensalmente, pelo menos uma semana após o período menstrual.

Tratamento

O tratamento é multidisciplinar. Geralmente a mulher será tratada com um cirurgião, um oncologista clínico e um radio-oncologista. A ordem do tratamento depende das condições em que o tumor foi diagnosticado.

No que se refere ao tratamento cirúrgico pode-se retirar toda a mama ou parte dela, da mesma forma que na axila, onde pode-se realizar a retirada de um linfonodo (linfonodo sentinela), ou a retirada de todos os linfonodos. O tratamento depende das características do tumor quando se realizou o diagnóstico.

No que se refere à oncologia clínica, a paciente poderá ser submetida a um tratamento após a cirurgia (tratamento adjuvante), ou antes da cirurgia (tratamento neoadjuvante). Da mesma forma pode ser submetida a quimioterapia, hormonioterapia e tratamento alvo-específico. Tudo depende das características do tumor.

Sobre a Associação dos Amigos do Hospital de Clínicas

A Associação dos Amigos do HC é uma entidade sem fins lucrativos, fundada em setembro de 1986, que trabalha para angariar recursos e congregar esforços da comunidade em prol do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná. A Associação está localizada na Avenida Agostinho Leão Júnior, 336, Alto da Glória, em Curitiba. Doações podem ser feitas pelo 0800-6011010, pelo site www.amigosdohc.org.br ou por depósito no Banco Itaú, agência 4122, conta corrente 17762-1. Empresas que declaram lucro real podem destinar até 1% do imposto para os projetos da instituição e pessoas físicas podem destinar até 6% do valor do imposto devido.

 

Sobre o Madero

Em 2005, o chef Junior Durski inaugurou o primeiro restaurante Madero, no centro histórico de Curitiba, com a premissa de oferecer uma comida saudável e gostosa, além de um atendimento de qualidade num ambiente diferenciado. Hoje, são mais de 80 restaurantes espalhados em diversas cidades do país, nos Estados de Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Goiás, Bahia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Espírito santo, Minas gerais, além do Distrito Federal. A rede também tem um restaurante em Miami, nos Estados Unidos.

 

Assessoria de Imprensa – Amigos do HC 

Talk Assessoria de Comunicação

Aline Cambuy

Contato/Whatsapp – 41 3018.5828 / 9968.0106

aline@talkcomunicacao.com.br

www.talkcomunicacao.com.br

 

Assessoria de Imprensa (Interna)

Coordenação

Raphaella Requião Bicca – raphaella.requiao@restaurantemadero.com.br

(41) 3017 6535

Atendimento

Thalita Fernandes –imprensa@restaurantemadero.com.br

(41) 3017 6523